Pr. IsmarLivros MensagensEstudosFotosContatos LinksHome

   
  O ERRO DOS JUDEUS E DOS GENTIOS ...  
  EXISTE DIFERENÇA ENTRE A IGREJA D ...  
  Veja Mais ›  
 

 
  SODOMA E GOMORRA, MONTE SINAI E S ...  
  A QUEM PERTENCE AS BENÇÃOS FEITAS ...  
  Veja Mais ›  
     
 

 
 
 
(11) 97374-6766
 

  
 
 

 
 

 
 

HOLOCAUSTO EM AUSCHWITZ TRÁS EM SI UM SEGREDO OCULTO

 

 

 

Holocausto, essa vergonha do mundo civilizado e conhecido por todos, mas nem todos podem entender o oculto que há nisso tudo e o que isso significa na área religiosa.

Para poder entender a parte oculta do Holocausto e chegar onde pretendo é necessário primeiro crer na Bíblia Sagrada e segundo conhecer pelo menos parte da história judaica.

O objetivo aparente do Holocausto em Auschwitz era somente o extermínio do povo judeu da face da terra, mas ele trás em si algo oculto, maligno, repugnante e detestável. Vamos examinar um pouco da história judaica e veremos no final o oculto existente nessa pretensão diabólica de extermínio. O Holocausto é um fato veridico que muitos tem a coragem, a petulancia de dizer que não existiu, isso é demostração clara de ignorancia de quem luta para negar uma realidade inegavel.

 

O mundo sabe que Israel esteve escravizado no Egito por cerca de quatrocentos e trinta anos. Uma parte desse tempo viveu muito bem pelo fato de José, filho de Jacó, estar vivo e sendo a segunda pessoa no trono, reinando junto a Faraó no Egito. Após a sua morte, um Faraó que não o conheceu, escravizou esse povo com dura cerviz fazendo-o sofrer muito. Para amargar mais a vida desse povo, esse Faraó decretou a morte de todos os meninos judeus que nascessem e ordenou as parteiras que os atirassem ao rio logo após o nascimento (Êxodo 1: 16) “E disse: Quando ajudardes a dar à luz às hebréias, e as virdes sobre os assentos, se for filho, matai-o; mas se for filha, então viva...” Como as parteiras temendo a Deus não obedeceram essa ordem, (Êxodo1:17)As parteiras, porém, temeram a Deus e não fizeram como o rei do Egito lhes dissera, antes conservavam os meninos com vida”. Diante disso Faraó endureceu e deu uma ordem ainda mais rigorosa e diretamente ao povo, examinem; (Êxodo 1:22) “Então ordenou Faraó a todo o seu povo, dizendo: A todos os filhos que nascerem lançareis no rio, mas a todas as filha guardareis com vida”.

 

Uma grande crueldade. Isso resultaria num extermínio indireto de Israel inegavelmente. Porém certa feita nasceu um menino formoso que recebeu o nome de Moisés, seus pais o esconderam por um determinado tempo e depois não podendo mais conservar o filho, colocaram-no numa pequena arca de vime betumada e lançaram-na no rio. Vindo a filha de Faraó banhar-se achou a pequena arca com uma criança e a levou para ser criada no palácio e assim Faraó criou o libertador de Israel, o conhecido Moisés que conduziu o povo hebreu a Canaã e ainda o instruiu em toda sabedoria do Egito.

 

Durante a caminhada fizeram no Sinai uma parada, nesse lugar, YHWH (Deus Jeová) declarou Israel uma nação sacerdotal e Seu povo peculiar. E através dos profetas, segundo a Bíblia YHWH também prometeu que enviaria o Messias para elevação de Israel e por ele todas as nações sem distinção de raça receberiam a bênção de Deus. Deus também fez um concerto com Israel, Jeremias diz no capitulo (50:5). “Num concerto eterno que nunca será esquecido”. Está também escrito que YHWH nunca invalidará o concerto feito com Israel. Abrindo aqui um parêntese “esse texto derruba a doutrina da substituição que infelizmente foi aceita por algumas Igrejas que se dizem cristã, onde sustentam que Israel foi substituído pela igreja cristã, isso não tem fundamento bíblico, pois o apóstolo Paulo diz em Romanos 11: 1 e 12 que se a queda de Israel é a riqueza do mundo, quanto mais a sua plenitude!. O concerto com Israel é eterno e não haverá substituição alguma”.

Na caminhada de Israel para Canaã esse povo enfrentou muitos exércitos que pleitearam também o seu extermínio. O rei de Moabe contratou um falso profeta e adivinho Balaão para amaldiçoar a Israel com a pretensão de exterminá-lo e YHWH transformou a maldição em bênção. O falso profeta Balaão profetizou uma linda profecia: “uma estrela procederá de Jacó e um cetro subirá de Israel que ferirá os termos dos moabitas.” (Números 24: 17). O rei de Basã veio também à peleja e tantos outros que desejaram o seu extermínio. No ano 70 de nossa era Israel foi massacrado e viveu na diáspora sem pátria até 1948 quando se tornou uma nação soberana.

 

Falemos sobre o Holocausto e principalmente em AUSCHWITZ onde milhões de judeus sofreram a maior tragédia que se pode sofrer. Certa feita li em uma revista que um dos poucos repórteres que tiveram o privilégio de entrar numa parte desse maldito lugar foi interrogado por um menino judeu dizendo-lhe: quando vou ver mamãe? Tirando do bolso um pedaço de biscoito disse: estou guardando para ela. Dizia à revista que o repórter afastou-se um pouco para chorar, ele já estava sabendo que aquela criança inocente e muitas outras seriam assassinadas barbaramente alguns instantes depois. Seus pais já haviam sido mortos anteriormente. E o que tem tudo isso em oculto? Veja o final.

 

Conclusão: Deus tendo feito uma promessa a Israel de enviar-lhes o Messias para sua elevação e bênção mundial, como poderia cumprir isso se Israel fosse exterminado? Deixasse de existir? Nota-se aí uma guerra, uma peleja de Satanás para impedir o cumprimento das promessas de Deus. Satanás sempre se opôs a Deus, mas somente provocou tragédias e nada mais, nunca serão invalidadas as promessas de Deus, elas ao tempo certo se cumpriram e se cumprirão. Deus vela pela sua palavra para cumpri-la (Jr 1:2).

Israel não será exterminado e um dia receberão e reconhecerão o Messias prometido (Zacarias 12:10) “Mas sobre a casa de Davi, e sobre os habitantes de Jerusalém, derramarei o Espírito de graça e de súplicas; e olharão para mim, a quem traspassaram; e pranteá-lo-ão sobre ele, como quem pranteia pelo filho unigênito; e chorarão amargamente por ele, como se chora amargamente pelo primogênito”. Atrás dessas tragédias todas está a mão maligna de Lúcifer, mas por certo ele será preso e o mundo gozará de mil anos de paz, por fim Satanás será lançado no fogo eterno e então estarão extintas para sempre as tragédias e os AUCHWITZ e outras vergonhas deploráveis. Isso será após o arrebatamento da igreja.

 

No cristianismo também se conhecem o desejo de Herodes em aniquilar Jesus Cristo para assim impedir a realização dos planos de Deus. Herodes mandou matar as crianças de Belém, mas Deus já o havia tirado de lá levando para o Egito. YHWH (Deus Jeová) não pede licença para realizar sua obra. Se Israel fosse exterminado, como Deus cumpriria sua promessa? Então a fé judaica, a fé cristã e o próprio Deus seriam apenas contos de fadas, mas não é assim, Deus existe, está perto de você e você deve aceita-lo, em Cristo você estará seguro. Infelizmente ainda hoje existem muitos que se consideram grandes e sábios que não crêem que houve o holocausto e lutam para provarem esse absurdo, o que jamais conseguirão. Tudo isso é o inimigo lutando como sempre, tentando impedir o cumprimento da Palavra de Deus.

 

Prepara-te aceitando-o como teu salvador! Deus espera por ti venha em quanto há tempo.

Creia em Cristo, leia a Bíblia.

                                                                            Pr.IsmarVieira Malta            

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR ESTE TEXTO

Nome:
E-mail:
   

Comentário:

(0 / 250)

Voltar

Pr. IsmarLivros MensagensEstudosFotosContatos LinksHome

© Copyright 2017 - Pastor Ismar Vieira Malta - Desenvolvido pela Agência de Sites Jundiaí e Portal Imóvel Já