Pr. IsmarLivros MensagensEstudosFotosContatos LinksHome

   
  O LEVANTAR AS MÃOS NA PRESENÇA DE ...  
  DEUS VIVO OU MORTO ...  
  Veja Mais ›  
 

 
  AS DUAS FACES DA COMEMORAÇÃO DO N ...  
  MALDIÇÃO E BENÇÃO ...  
  Veja Mais ›  
     
 

 
 
 
(11) 97374-6766
 

  
 
 

 
 

 
 
 Lideres, Liderados e Rebeldia

Falaremos sobre os três tópicos acima.

 

O que é ser líder?

O que é ser liderado?

O que é rebeldia?

 

 

Lideres são aqueles que lideram, chefia para orientar os liderados em vários tipos de trabalhos e ações em uma empresa, uma igreja, uma família, uma nação, um exercito e outros.

Liderados são aqueles que estão subordinados a uma liderança, que executam trabalhos sob uma liderança, funcionários de uma empresa, membros de uma família, de uma igreja e outros.

 

Rebeldia é revolta ou resistência, obstinação, oposição sem razão ou motivo que justifique tal coisa.

Cabe aos líderes a responsabilidade de liderar seus liderados dentro das normas estatutárias ou leis que regem os cargos que ocupam e que foram para isso constituídos, para o bom desempenho e segurança de seus liderados.

Aos liderados cabe a responsabilidade de desempenharem suas obrigações para o bem das empresas, Igrejas ou associações a que pertencem.

Rebeldia é uma revolta com motivos injustificáveis, uma obstinação que visa algo refutável em prejuízo da liderança, isso sempre se dá por alguém que deseja galgar um cargo que não lhe é de direito. Porém nem toda revolta se trata de rebeldia, então precisamos distinguir o que é um ato de rebeldia e o que não é, pois existem muitas revoltas porque as lideranças não agem de acordo com aquilo que deveria agir, porque não se pode concordar com erros nem mesmo da liderança.

 

Falaremos da Rebeldia no Meio Religioso.

Para que uma igreja seja bem sucedida se faz necessário que a liderança esteja conforme as normas bíblicas e estatutárias com amor, dedicação, e dar ensinos genuínos sem procurar subterfúgios, não obrigar os membros a nada e não querer ser um mandão, porque na Obra de Deus tudo deve ser voluntário, não usar do púlpito para dar indiretas neste ou naquele, não repreender alguém publicamente, não pensar que é o dono da Igreja e sim apenas um servo mordomo, tem em primeiro lugar saber que para pregar, primeiro tem que aprender e tem que viver aquilo que prega. Tanto lideres como liderados (membros) tem por divina obrigação de obedecerem de igual modo o Estatuto maior da igreja que é a Bíblia Sagrada.

Com mais de sessenta anos na igreja (2015) presenciei lideres que camuflavam seus erros e desmandos bajulavam uns em detrimento de outros, e exigia que seus liderados ficassem calados, e se algum falasse algo a respeito eram disciplinados. Diziam eles; Aqui quem dá as ordens sou eu, sou o PRESIDENTE e não aceito interferência de quem quer que seja. Isso fazia com muita arrogância como se fossem ele dono da igreja, se alguém quisesse falar algo eram chamados de rebeldes, fariseu e traidor. Mas quando a coisa tomou rumos estranhos os obreiros se reuniram sem a presença do líder e tomaram providencias para o bom andamento do trabalho. Foram chamados por ele de rebeldes, mas seria isso rebeldia o líder agindo com tremenda parcialidade seus atos não condizia com aquilo que pregavam? Essa maneira de agir era costume dos fariseus hipócritas e trazem grandes prejuízos para a obra então nesses casos não se trata de rebeldia, mas de zelo e cuidado com a obra, não estavam agindo com segundas intenções, unicamente por não concordarem com erros ainda que sejam pequenos. Assim o PRESIDENTE foi afastado, outro presidente foi colocado em seu lugar e a obra continuou avante O obreiro precisa ter personalidade e ter em mente que amizade é amizade, e em primeiro lugar a obra de Deus.

 

Então como entender o que é rebeldia e o que não é? É só examinar como está sendo desempenhado o trabalho em todas as áreas, não se pode coar um mosquito e engolir um camelo. Tais lideres abusam dos liderados querendo sucumbi-los, só não abusam dos bajuladores.

Os líderes que são fieis não ficam falando de um para o outro, não abusam do cargo que ocupam, não trabalham com parcialidades, reconhece o trabalho dos liderados, não menosprezam os que produzem menos, é amigo de todos, não forma um grupinho entorno de si, sempre procura ser amável com, todos e assim a igreja tem um crescimento maravilhoso recebendo o ensino sagrado tal como deve ser dentro da doutrina bíblica sem arranjos fantasiosos para preencher o tempo de ensino procurando emocionar o povo, mas dá os ensinos tais como estão escritos na Bíblia, e assim o rebanho de Cristo estando bem alimentado fica difícil para o inimigo arrebatar alguma ovelha, O líder está sempre atento exortando, aprendendo, ensinando, doutrinando e corrigindo quando necessário não apóia erro de quem quer que seja, mormente nesses últimos tempos que existe muitos pregadores de heresias e doutrinas erradas confundindo os que não examinam as Escrituras.

Em uma igreja pode ter sim atos de rebeldia, mas nem tudo pode ser considerado rebeldia, 

Vamos mostrar na Bíblia o que é e o que não é rebeldia, temos na Bíblia registros de alguns atos de pessoas que não concordaram com atos de lideres e agiram sem rebeldia e também atos que foram pura tremenda rebeldia.

 

Atos de Rebeldia: Coré (Corá) convocou uma multidão de pessoas para um levante contra Moises e Arão sem nenhuma justificativa, apenas querendo cargos; Números 16:1 a 3 “E Corá, filho de Izar, filho de Coate, filho de Levi, tomou consigo a Datã e a Abirão, filhos de Eliabe, e a Om, filho de Pelete, filhos de Rúben,e levantaram-se perante Moisés com duzentos e cinqüenta homens dos filhos de Israel, maiorais da congregação, chamados ao ajuntamento, varões de nome. E se congregaram contra Moisés e contra Arão e lhes disseram: Demais é já; pois que toda a congregação é santa, todos eles são santos, e o SENHOR está no meio deles; por que, pois, vos elevais sobre a congregação do SENHOR”? .

O fim deles foi trágico, veja como Deus os puniu Coré e os seus, porque Deus não tolera rebeldia; Versículos 31 a 33 “E aconteceu que, acabando ele de falar todas estas palavras, a terra que estava debaixo deles se fendeu. E a terra abriu a sua boca e os tragou com as suas casas, como também a todos os homens que pertenciam a Corá e a toda a sua fazenda. E eles e tudo o que era seu desceram vivos ao sepulcro, e a terra os cobriu, e pereceram do meio da congregação”. O versículo 35 mostra-nos a punição dos que seguiram a Coré; Versículo 35 “Então, saiu fogo do SENHOR e consumiu os duzentos e cinqüenta homens que ofereciam o incenso”.

Um aviso de atos de rebeldia registrados no Novo Testamento; Leia em II Timoteo 3; 1 a 8, e veja rebeldes tentando prejudicar Paulo conforme está escrito em 2 Timóteo 4:14 “Alexandre, o latoeiro, causou-me muitos males; o Senhor lhe pague segundo as suas obras”. Já em Gálatas encontramos Paulo repreendendo Pedro e isso não foi ato de rebeldia foi apenas uma fraqueza de Pedro no modo de agir; Gálatas 2:11 e 14 “E, chegando Pedro à Antioquia, lhe resisti na cara, porque era repreensível. Mas, quando vi que não andavam bem e direitamente conforme a verdade do evangelho, disse a Pedro na presença de todos: Se tu, sendo judeu, vives como os gentios e não como judeu, por que obrigas os gentios a viverem como judeus”?.

Provando assim que o obreiro deve viver aquilo que prega e também não se aprova erros por pequenos que seja, nem dos liderados e nem dos lideres. Todo cuidado com a obra de Deus deve ser rigorosamente observados e conservados pelos dois lados.

 

Atos Que não Foram Rebeldia.  O rei Saul saindo da direção de Deus, Deus ordenou a unção de Davi como rei de Israel, e Davi um homem sincero passou a ser perseguido pelo rei Saul que o queria matar e tentou de todos os jeitos para assim fazer. Davi sabendo disso se retirou para um lugar que poderia ser seguro a ajuntaram-se a ele homens que eram desgostosos, endividados, uma multidão conforme diz em 1 Samuel 22:1 e 2  “Então, Davi se retirou dali e se escapou para a caverna de Adulão; e ouviram-no seus irmãos e toda a casa de seu pai e desceram ali para ele. E ajuntou-se a ele todo homem que se achava em aperto, e todo homem endividado, e todo homem de espírito desgostoso, e ele se fez chefe deles; e eram com ele uns quatrocentos homens.

Como não havia rebeldia em Davi, Deus o honrou aumentando seus companheiros de luta conforme diz em 1 Samuel 23:13 “Então, se levantou Davi com os seus homens, uns seiscentos, e saíram de Queila e foram-se aonde puderam; e, sendo anunciado a Saul que Davi escapara de Queila, cessou de sair contra ele”.

 

RESUMO:

Os líderes devem saber ensinar a Palavra de Deus porque hoje a igreja está em um nível de melhor compreensão das escrituras e para isso os lideres devem também zelar pela obra de Deus, cuidar bem de sua própria família, amar seus liderados e não aceitar rebeldes e nem bajuladores seja quem quer que seja, pois só prejudicam o trabalho e ao próximo, deve estudar a Bíblia para não ficar contando estórias e testemunhos durante a administração dos ensinos e sim viver aquilo que prega, porque poderá sofrer o que Pedro sofreu diante dos demais e serem reprovados. Deve se apresentar a Deus como obreiro aprovado conforme diz em 2 Timóteo 2:15 “Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade”. O obreiro principalmente o líder tem que saber ensinar para não ficar querendo emocionar a igreja com estórias e outras coisas não vir servir de chacota diante dos ouvintes.

Os liderados devem honrar e respeitar a boa e sincera liderança, porém, para o bem da obra não apoiar erros que possa ser cometidos por líderes porque ninguém é infalível. Não dar lado para que o inimigo não coloque dissensão no meio das ovelhas do Mestre Jesus. Deve orar pelos lideres e seus familiares estando sempre prontos para servir no trabalho, estudar a Bíblia para que não caia nos ensinos errados que hoje estão por toda parte. Não compactuar com atos de rebeldia e também não serem bajuladores de liderança, mas companheiro na obra de Deus, não apoiar erros seja de lideres ou de liderados porque qualquer um pode errar, mas ser fiel para aquele que chamou das trevas para a luz, sabendo que o nosso trabalho não será em vão no Senhor. Quando não entender alguma coisa procurar o líder que o ajudará a entender o problema.

Lideres e liderados devem observar o que segue abaixo:

Jamais apoiar atos de rebeldia.

Jamais concordar com pecados e erros de quem quer que seja.

Jamais serem bajuladores. E sim serem sinceros diante de dos homens e de Deus.

Ter comunhão e consideração com os lideres.

Jamais participar de levantes que não justifique tal coisa.

Examinar tudo a luz da Bíblia antes de tomar decisões

Pr. Ismar V. Malta

 

 

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR ESTE TEXTO

Nome:
E-mail:
   

Comentário:

(0 / 250)

Voltar

Pr. IsmarLivros MensagensEstudosFotosContatos LinksHome

© Copyright 2017 - Pastor Ismar Vieira Malta - Desenvolvido pela Agência de Sites Jundiaí e Portal Imóvel Já