Pr. IsmarLivros MensagensEstudosFotosContatos LinksHome

   
  O DIA DA MULHER ...  
  MULHER ...  
  Veja Mais ›  
 

 
  OS SERES HUMANOS IRÃO MORAR NO CÉ ...  
  PRUDENCIA E SIMPLICIDADE ...  
  Veja Mais ›  
     
 

 
 
 
(11) 97374-6766
 

  
 
 

 
 

 
 
 
DECALÁGO, ALMA E RESSURREIÇÃO.
 
O Decálogo é a Lei dos dez mandamentos que foram entregues por Deus ao povo de Israel através de Moisés no Monte de Sinai. O Decálogo foram dados para a constituição da nação judaica, ainda em caminho para Canaã. Os judeus deveriam obedece-lo de geração em geração para sempre. Deus prometeu que faria da nação judaica uma nação Sacerdotal. Posteriormente vieram as leis suplementares para a formação regular e integral da nova nação que ainda caminhava com destino a Canaã.
O Decálogo tal como foi entregue está em Êxodo 20: 3 a 17.
1) (Êxodo 20:3) “Não terás outros deuses diante de mim.
2) (Êxodo 20:4, a 6 ) Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.  Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR, teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a maldade dos pais nos filhos até à terceira e quarta geração daqueles que me aborrecem. E faço misericórdia em milhares aos que me amam e guardam os meus mandamentos.
3) (Êxodo 20:7) Não tomarás o nome do SENHOR, teu Deus, em vão; porque o SENHOR não terá por inocente o que tomar o seu nome em vão.
4) (Êxodo 20:8 a 11) Lembra-te do dia do sábado, para o santificar. Seis dias trabalharás e farás toda a tua obra, mas o sétimo dia é o sábado do SENHOR, teu Deus; não farás nenhuma obra, nem tu, nem o teu filho, nem a tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o teu estrangeiro que está dentro das tuas portas. Porque em seis dias fez o SENHOR os céus e a terra, o mar e tudo que neles há e ao sétimo dia descansou; portanto, abençoou o SENHOR o dia do sábado e o santificou.
5) (Êxodo 20:12) Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o SENHOR, teu Deus, te dá.
6) (Êxodo 20:13) Não matarás.
7) (Êxodo 20:14) Não adulterarás.
8) (Êxodo 20:15) Não furtarás.
9) (Êxodo 20:16) Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.
10) (Êxodo 20:17) Não cobiçarás a casa do teu próximo; não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo.
 
A Lei de Deus aí está e é perfeita, (Salmos 19:7) “A lei do SENHOR é perfeita e refrigera a alma; o testemunho do SENHOR é fiel e dá sabedoria aos símplices”. Ela não salva o pecador, mas simplesmente ela aponta o pecado, a vitória depende de a pessoa obedecer não cometendo pecado.
As constituições de todas as nações contem partes do Decálogo, umas mais outras menos, mas todas têm.
Deus queria uma nação a Seu serviço na terra, e para isso escolheu Israel, porém Israel não permaneceu fiel no cumprimento total dos Mandamentos de Deus. Com a nação já estabelecida na terra prometida, Israel deixou de andar na presença do Senhor misturando-se com a idolatria adorando os deuses das nações, corrompendo-se de tal maneira que se tornaram iguais a eles.
Deus usando de Sua misericórdia enviou-lhes os profetas que tudo fizeram para que o povo entendesse o erro em que estavam Israel entrava uns tempos na presença de Deus e depois se afastava novamente. Por esses motivos a nação de Israel foi varias vezes subjugada por outras nações inclusive por Babilônia. Nunca cumpriram totalmente os mandamentos recebidos no Sinai.
  Com a vinda de Cristo à terra as coisas mudaram, Cristo não veio invalidar a Lei, mas cumpri-la, (Mateus 5:17) “Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas; não vim ab-rogar, mas cumprir”.
 
Nada caiu da Lei a não ser a parte cerimonial porque Cristo é o cumprimento das promessas de Deus Pai.
 
A parte cerimonial que era sombra do futuro, por exemplo; a guarda do sábado foi exigido no quarto mandamento como um sinal entre Deus e os filhos de Israel, examine o que diz em (Êxodo 31:13,16 e 17) “Tu, pois, fala aos filhos de Israel, dizendo: Certamente guardareis meus sábados, porquanto isso é um sinal entre mim e vós nas vossas gerações; para que saibais que eu sou o SENHOR, que vos santifica. (...) Guardarão, pois, o sábado os filhos de Israel, celebrando o sábado nas suas gerações por concerto perpétuo. Entre mim e os filhos de Israel será um sinal para sempre; porque em seis dias fez o SENHOR os céus e a terra, e, ao sétimo dia, descansou, e restaurou-se”. Assim também os sacrifícios de ovelhas que foram estabelecidos por ordenanças de Deus através de leis suplementares se tornaram desnecessários, porque Cristo é o “Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo”, (João 1:29)  Ele é real e não sombras do futuro como era os cerimoniais.
 
A lei serviu de aio para nos conduzir a Cristo, examine (Gálatas 3:24 e 25) “De maneira que a lei nos serviu de aio, para nos conduzir a Cristo, para que, pela fé, fôssemos justificados. Mas, depois que a fé veio, já não estamos debaixo de aio”. Cristo cumpriu e apresentou a Lei de maneira simplificada, sem alterar seu valor veja a prova disso em (Mateus 22:35 a 40) “E um deles, doutor da lei, interrogou-o para o experimentar, dizendo   Mestre, qual é o grande mandamento da lei? E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Desses dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas”. Nesse texto está inserido toda a Lei com exceção da parte cerimonial que deixou de ser necessária porque em Cristo está a plenitude da Lei. A pessoa obedecendo a esses dois mandamentos estará cumprindo toda a Lei. Em (Romanos 10:4) diz: “Porque o fim da Lei é Cristo para a justiça de todo aquele que crê”.
Impor a observância do sábado e outros cerimoniais aos cristãos é não entender a linguagem apostólica, veja o diz em (Atos 15:28 e 29) “Na verdade, pareceu bem ao Espírito Santo e a nós não vos impor mais encargo algum, senão estas coisas necessárias: Que vos abstenhais das coisas sacrificadas aos ídolos, do sangue, e da carne sufocada, e da fornicação; destas coisas fareis bem se vos guardardes. Bem vos vá”.
 
Hoje somos herdeiros com Cristo conforme está escrito em (Gálatas 3:29) “E, se sois de Cristo, então, sois descendência de Abraão e herdeiros conforme a promessa”. Somos justificados pela fé na graça de Deus, (Gálatas 2:21) “Não aniquilo a graça de Deus; porque, se a justiça provém da lei, segue-se que Cristo morreu debalde”. Examinemos ainda em (Tito 2:11) “Porque a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens”. A Lei veio por Moisés e a graça por Jesus, (João 1:17) “Porque a lei foi dada por Moisés; a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo”. Assim fica claro que se a pessoa for obrigada obedecer a Lei, mormente os gentios, a graça estará sem duvida invalidada, veja o motivo; (Lucas 16:16) “A Lei e os Profetas duraram até João; desde então, é anunciado o Reino de Deus, e todo homem emprega força para entrar nele”. Assim fica claro que a Lei foi dada aos filhos de Israel e não aos gentios. Hoje tantos gentios como judeus poderão encontrar a salvação em Jesus Cristo que cumpriu a Lei por nós, porque a salvação é pela graça e não pela Lei.
Se a pessoa quiser guardar a Lei para a salvação da alma estará negando a graça de Deus em Cristo Seu sacrifício no Calvário e não conseguirá seu objetivo porque a Lei não salva, ela aponta para o pecado, exemplo; ela diz; não matarás, se a pessoa matar ele será condenado, enquanto a graça de Cristo veio trazendo salvação exemplo; está escrito em (Atos 16:31) “E eles disseram: Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa”. Não foi recomendada a observância da Lei, e sim crer no Senhor Jesus, porque agora é por fé e obediência a Cristo que pagou o preço da nossa redenção. Tudo o que foi exigido se continuassem observar está bem claro no novo Testamento. 
 
Em parte Israel rejeitou a graça conforme está escrito em, (Romanos 11:25) Porque não quero, irmãos, que ignoreis este segredo (para que não presumais de vós mesmos): que o endurecimento veio em parte sobre Israel, até que a plenitude dos gentios haja entrado.”
Israel terá um encontro com Jesus Cristo e o reconhecerá como seu Messias, veja o que diz em (Zacarias 12:10) “E sobre a casa de Davi e sobre os habitantes de Jerusalém derramarei o Espírito de graça e de súplicas; e olharão para mim, a quem traspassaram; e o prantearão como quem pranteia por um unigênito; e chorarão amargamente por ele, como se chora amargamente pelo primogênito”. E ainda (Zacarias 14:4) somente a parte (a) do versículo, “E, naquele dia, estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras, que está defronte de Jerusalém para o oriente”. Será o aparecimento glorioso para implantação do milênio de paz na terra por Jesus Cristo.
 
A Alma
 
A alma é incorpórea, imortal, invisível criada por Deus a Sua imagem e semelhança. Ela é a fonte motora de todos os sentimentos conforme veremos abaixo.
Em que parte do nosso corpo está a nossa alma? Leia esta matéria e ficarás sabendo onde estão a nossa alma e o nosso espírito.
A palavra alma muitas vezes tem valor representativo, quando vamos a algum lugar e não encontramos ninguém falamos não havia ali uma viva alma, o quer dizer, não havia pessoas ali, veja um exemplo; (Deuteronômio 10:22) “Com setenta almas teus pais desceram ao Egito; e, agora, o SENHOR, teu Deus, te pôs como as estrelas dos céus em multidão”. Não falaremos sobre a palavra alma representando pessoas, mas sobre a alma da pessoa.
Considerações a respeito:
A alma não morre, (Apocalipse 6:9) “E, havendo aberto o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que foram mortos por amor da palavra de Deus e por amor do testemunho que deram”. (Tinham sidos mortos, mas suas almas continuavam vivas). Ela está tão ligada ao espírito que só a Palavra de Deus consegui entrar na a divisão de ambos, examine o que diz em (Hebreus 4:12) “Porque a palavra de Deus é viva, e eficaz, e mais penetrante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até à divisão da alma, e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração”.
 
Entre os teólogos existem duas linhas de pensamentos a respeito da alma. Uma linha considera alma e espírito uma só parte, considerando assim o homem duas partes, corpo e alma. A outra linha considera o homem três partes, corpo alma e espírito isso tem por base o que diz em (1 Ts 5:23) “E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.” Isto  não faz diferença porque ambos consideram existência da alma e do espírito. Por serem mesmos entrosados pecando a alma ambos serão condenados, são inseparáveis. Nós cremos conforme Paulo diz no versículo acima. Vejamos como é tratado esse assunto pela Bíblia, em (Eclesiastes 12:7) “E o pó volte para terra, como o era, e o espírito volte a Deus, que o deu”. Notem, diz o espírito volte a Deus e não diz “alma,” observe agora o que diz em (Apocalipse 20:4) “E vi tronos; e assentaram-se sobre eles aqueles a quem foi dado o poder de julgar. E vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta nem a sua imagem, e não receberam o sinal na testa nem na mão; e viveram e reinaram com Cristo durante mil anos”. Neste texto diz almas e não diz espírito, entende-se claramente que espírito e alma são tão unidos que jamais se separarão. Assim enquanto a pessoa vive há um entrosamento do corpo, alma e espírito, na morte o que separa é o corpo, pois ele é a parte mortal isso diz em (Tiago 2:26)  “Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta”.
 
Afinal de contas, onde habita a alma? A alma e o espírito habitam no corpo provisoriamente, isso é tão certo que se ambos saírem o corpo morre e entra logo em decomposição. A alma peca através do corpo, não havendo reconciliação a alma será condenada na eternidade, o corpo como é carne volta ao pó como o era, todavia o corpo também pode sofrer as conseqüências do pecado, exemplos: Os alcoólatras, os usuários de drogas, aqueles que se entregam às urgias e etc. cujos corpos são arrasados vivendo deitados pelas ruas, como trapos, repugnados pela sociedade, até com enfermidades terríveis pagando assim um alto preço até que a morte leve seus corpos de volta ao pó e suas almas e espíritos sigam seus destinos.
Diria alguém, existem muitos que não tem vícios e sofrem de enfermidades terríveis e como explicar isso?
Isso são conseqüências das fraquezas da carne (corpo) e todos estão sujeitos a isso.      
 
Vejamos as considerações do Dr. Scofilde (Teólogo e Escritor) a respeito da ação do espírito e da alma.
1) O espírito é capaz de ter comunhão com Deus assim como louva-lo e clamar por Ele. Exemplos; os índios clamavam por deus sol, pelo trovão o que de certa maneira faz nos crer que no seu intimo criam num ser superior. Isso os animais não fazem.
2) Alma tem conhecimento de si mesmo através do corpo, os sentidos e o conhecimento do mundo, como a alma é vida ela age através de todo corpo, no sangue, nos rins, no coração e etc.
 
Os animais cujas almas são a vida (sangue), são mortais, seus conhecimentos são limitados. Todavia, eles lutam pela preservação, brincam etc.
O corpo sem a alma é morto é através dela que se sente cócegas, tristeza, alegria, riso, prazer, choro, ela deve ser preservada, veja o que diz em (Provérbios 16:17) “O alto caminho dos retos é desviar-se do mal; o que guarda o seu caminho preserva a sua alma.”
A alma do ser humano não é o sangue, examine o que diz em (1 Reis 17:17, 21 e 22) “E, depois destas coisas, sucedeu que adoeceu o filho desta mulher, da dona da casa; e a sua doença se agravou muito, até que nele nenhum fôlego ficou.(...) Então, se mediu sobre o menino três vezes, e clamou ao SENHOR, e disse: Ó SENHOR, meu Deus, rogo-te que torne a alma deste menino a entrar nele.(...) E o SENHOR ouviu a voz de Elias; e a alma do menino tornou a entrar nele, e reviveu”. Se a alma fosse sangue como tornaria a entrar no menino se não houvera saído?
 
Veja algumas características da alma: A alma sente sede de Deus, (Salmos 42:2) “A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo; quando entrarei e me apresentarei ante a face de Deus”. A alma pode buscar ao Senhor humilhando-se, (Salmos 35:13) “Mas, quanto a mim, quando estavam enfermos, a minha veste era pano de saco; humilhava a minha alma com o jejum, e a minha oração voltava para o meu seio”. (Salmos 42:5) “Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas em mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei na salvação da sua presença”. Diante de todos os versículos a cima como creremos que a alma é o sangue? Veja agora o que a Bíblia diz sobre a alma de Jesus: (Atos 2:27) “Pois não deixarás a minha alma no Hades, nem permitirás que o teu Santo veja a corrupção”. Nesse versículo está bem claro que a alma não é de maneira nenhuma o sangue?
 
A alma é depositária da vida e assim se da o entrosamento alma, corpo e espírito para manter a vida na terra até que chegue a morte. Saindo a alma do corpo sai também o espírito e o corpo morre e entra logo em decomposição. Se a alma se inclinar para as coisas da carne pecando tudo se corrompe porque a alma peca através do corpo, examinemos o que está escrito em (Gálatas 5:19,20 e 21) “Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias. Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o Reino de Deus”.
 
Quanto a alma e o espírito, não podemos crer que sejam partes integrantes de Deus, porque se assim fosse, não pecaríamos e seriamos deuses. O espírito e alma foram dados por Deus, mas isso não quer dizer que somos partes integrantes Dele. Veja, o espírito do homem é renovável (Salmos 51:10) “Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova em mim um espírito reto”. Deus é que forma o espírito do homem, (Zacarias 12:1)... “Fala o SENHOR, o que estende o céu, e que funda a terra, e que forma o espírito do homem dentro dele”. O espírito pode-se tornar altivo, orgulhoso, soberbo, vejamos o que diz em (Provérbios 16:18) “A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito precede a queda”. Todavia, podemos governá-lo, (Provérbios 16:32) “Melhor é o longânimo do que o valente, e o que governa o seu espírito do que o que toma uma cidade”.
A alma e o espírito poderão se tornar imundos, então teremos que buscar renovação (2 Coríntios 7:1) “Ora, amados, pois que temos tais promessas, purifiquemo-nos de toda imundícia da carne e do espírito, aperfeiçoando a santificação no temor de Deus”.
 
A diferença da alma dos animais aves e do homem é que a alma dos homens não morre, em (Mateus 10:28) “E não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei, antes, aquele que pode fazer perecer no inferno a alma e o corpo”. Os animais têm alma, mas elas são mortais porque eles não têm espírito e o espírito é que torna a alma imortal. Os animais não têm iniciativas, não se desenvolvem, suas casas (tocas e ninhos) são e sempre serão as mesmas coisas. O papagaio imita aquilo que ouve, mas não desenvolve o idioma, os outros pássaros cantam, mas não fabricam instrumentos. O chamado João de Barro não melhora sua casa. Todavia ainda que instintivamente eles louvem a Deus o que nem isso o ateu faz.
Em (Apocalipse 20:15) descreve sobre a condenação no Juízo Final e não diz nem alma nem espírito, mas diz: “E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo”.
 
Mostra-nos que alma e espírito mesmo sendo dois são inseparáveis
Cuidado, espiritualmente falando, a alma que pecar essa morrerá isso está escrito em (Ezequiel 18:4 e 20) “Eis que todas as almas são minhas; como a alma do pai, também a alma do filho é minha; a alma que pecar, essa morrerá. A alma que pecar, essa morrerá; o filho não levará a maldade do pai, nem o pai levará a maldade do filho; a justiça do justo ficará sobre ele, e a impiedade do ímpio cairá sobre ele”.
Jesus Cristo é o Pastor de nossas almas (1 Pedro 2:25) “Porque éreis como ovelhas desgarradas; mas, agora, tendes voltado ao Pastor e Bispo da vossa alma”).
 
Ressurreição
 
A palavra ressurreição quer dizer; ato de ressurgir, ter nova vida. Com a Santa Ceia trazemos a memória da morte e ressurreição de Cristo porque todas as vezes que nos lembrarmos da morte Dele também lembraremos que a morte não teve vitória sobre Ele.
Haverá duas ressurreições, na primeira participarão os fieis em Cristo que é ressurreição para vida e a segunda ressurreição e para a condenação e segunda morte, veja o que a Palavra de Deus diz em (Apocalipse 20:6) “Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte, mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo e reinarão com ele mil anos”. Os que não foram fieis ao Cordeiro de Deus não tomarão parte na primeira ressurreição, examine o que diz em (Apocalipse 20:5) “Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram”. E, examine ainda como o profeta de Deus confirma as duas ressurreições em um só versículo, (Daniel 12:2) “E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para a vida eterna e outros para vergonha e desprezo eterno”. Vamos ler ainda em (1 Ts 4:16) “Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro” Então os que estiverem vivos serão arrebatados da terra e estarão sempre com o Senhor, leiamos em (1 Ts 4:17) “Depois, nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor”.
 
Os mortos salvos ressuscitarão para vida eterna ao toque da ultima trombeta, (1 Coríntios 15:52) “Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados”. A partir daí o mundo entrará pânico e se tornará em caos e com chegada do anticristo para “governar o mundo,” tudo ficará pior, pense um pouco e coloque sua vida no altar de Deus, crendo em Cristo para que possas participar da primeira ressurreição e viver eternamente com Cristo.
Creia em Cristo, leia a Bíblia.
 
 
 
Pr. Ismar Vieira Malta 

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR ESTE TEXTO

Nome:
E-mail:
   

Comentário:

(0 / 250)

Voltar

Pr. IsmarLivros MensagensEstudosFotosContatos LinksHome

© Copyright 2017 - Pastor Ismar Vieira Malta - Desenvolvido pela Agência de Sites Jundiaí e Portal Imóvel Já