Pr. IsmarLivros MensagensEstudosFotosContatos LinksHome

   
  A VIUVA DE NAIM ...  
  TRINDADE ...  
  Veja Mais ›  
 

 
  O CUIDADO COM A OBRA DE DEUS ...  
  AS DUAS CAPAS ...  
  Veja Mais ›  
     
 

 
 
 
(11) 97374-6766
 

  
 
 

 
 

 
 
DO NASCIMENTO A MORTE E O DESTINO FINAL.
 
Caminhos Certos, Decisões, Enganos e Destino Final.
 
Quando um casal esta esperando o nascimento de uma criança, em vias normais fazem os preparativos e aguardam ansiosamente esse dia.
Após o nascimento os pais têm por obrigação de cuidar do recém nascido com amor e carinho sempre buscando a Deus para ensinar no tempo certo o caminho que a criança deve seguir. Os pais têm que se preocuparem com todo cuidado porque o lar é a base principal da formação da criança, temos na Bíblia exemplos maravilhosos de pais que mesmo antes do nascimento já estavam buscando a Deus para saberem como ensinar e conduzir seu filho no caminho certo, (Juízes 13:12) “Então, disse Manoá: Cumpram-se as tuas palavras; mas qual será o modo de viver e serviço do menino”? E ainda em (2 Timóteo 3:15) “E que, desde a tua meninice, sabes as sagradas letras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus”. Está escrito também em (Provérbios 22:6) “Instrui o menino no caminho em que deve andar, e, até quando envelhecer, não se desviará dele”.
Quase sempre as crianças são criadas com pequenos enganos que por sinal são até inofensivos, chupam chupetas como se fossem os peitos da mãe ou a mamadeira, isso é inofensivo e a meu ver é até bonito e serve de consolo para o pequenino.
 
Quando a criança aprende andar e distinguir as coisas ela quer mexer em tudo, ela está descobrindo um novo mundo e a tudo quer pegar, com raras exceções os adultos dizem não mexa aí senão a barata vem te pegar, se a criança vai fazer traquinagem no quarto principalmente a noite os pais dizem venha para cá porque aí tem bicho papão, quando a criança está para dormir os adultos costumam a cantar; dorme nenê que a cuca vem pegar, quando a criança chora, eles dizem pare de chorar senão você não vai passear ou pare de chorar que te darei um presente e depois não dá, esses são pequenos enganos até certo ponto inofensivos, porém, são enganos, principalmente quando diz sai daí do escuro que o bicho papão vem te pegar, porque a criança começa a ter medo de tudo, coisa que não tinha antes, tornando de certa maneira prejudicial. Essas coisas fazem parte de costumes antigos e tendem e precisa desaparecer.
A criança que não faz essas coisas por certo não são normal porque traquinagem é mesmo coisa de criança, cabe aos pais ensina-las com carinho à fazerem as coisas certas e muitas vezes se faz necessário uma correção, sem usar de violência porque muitos pais são violentos e isso em nada ajuda, pois, violência, gritos, palavrões às vezes até ferem-nas, mas isso só serve para deixá-la revoltada, rebelde e sem educação. Há filhos ainda tenros que tem medo de seus pais pela violência que são tratados, nunca tiveram o privilégio de brincar com eles, nunca conheceram carinho nem amor, mas só gritos e mais gritos. Os pais devem ser os maiores amigos dos filhos. Crianças tratadas com violência podem tomar caminhos desastrosos.
 
Hoje muitos pais para ficarem mais sossegados colocam as crianças enfrente uma baba eletrônica onde elas ainda em formação contemplam cenas impróprias mesmo tratando dos desenhos animados trazem cenas que de certa maneira induzem a violência e isso será sem duvida prejudicial. Hoje já se tem CDS que dizem serem evangélicos, mesmo assim é bom que os pais examinem bem porque as crianças não têm noção para tal. Eu sempre brinquei com meus filhos quando eram crianças e hoje os considero não só como filhos, mas como meus amigos.
 
Adolescência.
Essa faixa etária é uma das mais perigosas, com raras exceções o adolescente de ambos os pensam serem ajuizados, começam a sentirem os impulsos sexuais e para mostrar que já são adultos querem tomar decisões próprias e sem orientações e aí está o perigo porque sem maturidade podem tomar decisões erradas entrando pelos costumes do mundo aprendem a fumar, começam beber, e muitos se enveredam pelas drogas, prostituições estando a um passo a se tornarem criminosos parando em uma cadeia. Muitas vezes os adolescentes não tiveram orientações adequadas, porque nos lares que viveram presenciavam desarmonia, gritos, e muitas vezes agressões físicas e assim não receberam nenhuma orientação necessária para uma formação correta. Porque tais coisas acontecem? Pode acontecer por alguns motivos citaremos alguns; o primeiro é o que citamos acima, o segundo porque o adolescente não deu atenção à orientação paterna, não ouviu os bons conselhos, agindo erradamente atendeu convites maléficos desejou experimentar essas misérias e por fim caiu em desgraça com retorno dificílimo. E ainda outro motivo e também errado é que existem muitos pais que querem tratá-los como eles o foram no passado, que muitas vezes receberam tratamentos errados, que não se pode aplicar hoje. O mundo de hoje é outro, porém a Bíblia era e é e deverá continuar sendo para sempre nossa meta de ensino, ela e a Palavra de Deus, seus ensinos são perfeitos.
 
Em ambos os casos a tristeza para família é muito grande é um tremendo e horrível golpe, no primeiro caso os pais sentirão além da tristeza, culpa, angustia e remorsos por não terem dado exemplo e ensino na hora certa. No segundo caso os pais sentirão muita tristeza, até angustia, porem, não se sentirão culpados, pois houve orientação correta e exemplos que não foram atendidos, nem foram colocados em pratica pelos filhos.
Quando o adolescente recebe, houve e os obedecem, tomam caminhos sadios, se mantêm amáveis, começam a estudar e serão sem duvidas ótimos filhos, úteis á sociedade, considerados, estimados e honrados por todos os que lhe cercam.
Na adolescência se faz necessário muitos conselhos, orientações e compreensão, porém, mesmo assim existirão os desobedientes e rebeldes, são coisas deste mundo que jaz no maligno. Tenhamos muito cuidado com os adolescentes.
 
Juventude.
A juventude trás em si reflexos da adolescência, uns bons e outros ruins. Os jovens que não foram bem orientados na adolescência poderão na juventude se enveredarem por caminhos da prostituição freqüentando casas noturnas e daí para todas as outras misérias que o mundo oferece. E o mundo está no maligno, (1 João 5:19) “Sabemos que somos de Deus e que todo o mundo está no maligno”. Os jovens desobedientes não aceitam conselhos dos mais velhos porque os consideram ultrapassados, caducos e ainda dizem que hoje é tudo diferente se esquecem que a vida em si é sempre a mesma coisa e que o pecado continua sendo pecado e em nada muda, os desejos carnais sempre serão iguais e devemos dominá-los mortificando nossos membros para o pecado veja o que o Apostolo Paulo diz em (Colossenses 3:5) “Mortificai, pois, os vossos membros que estão sobre a terra: a prostituição, a impureza, o apetite desordenado, a vil concupiscência e a avareza, que é idolatria”. Esse ensino deve ser obedecido por todos para que se possa ter uma vida sadia e de moral inquestionável.
 
Na juventude os perigos são os mesmos dos adolescentes, para se evitarem os caminhos errados é preciso atender os bons conselhos e principalmente os bíblicos, pois a Bíblia é a santa e maravilhosa Palavra de Deus.
No mundo os valores estão invertidos, hoje uma jovem ou um jovem ser virgem serão sem duvida alguma considerados como bobos, atrasados, um basbaque, cafona, mas para os ensinos de Deus isso faz parte da santidade e deve ter prioridade nos ensinos.
Aqueles que na juventude não atendem os conselhos andam para trás e não para frente conforme diz o Profeta de Deus, (Jeremias 7:24) “Mas não ouviram, nem inclinaram os ouvidos, mas andaram nos seus próprios conselhos, no propósito do seu coração malvado; e andaram para trás e não para diante”. Por esse motivo são entregues aos seus próprios conselhos e desejos, veja o que diz o Salmista no (Salmos 81:12) “Pelo que eu os entreguei aos desejos do seu coração, e andaram segundo os seus próprios conselhos”. Então eles caminham no caminho da morte, olhe o que diz em (Provérbios 16:25) “Há caminho que parece direito ao homem, mas o seu fim são os caminhos da morte”. Os que seguem por esse caminho muitas vezes desaparecem como a flor e somem como a sombra (Jó 14:2) “Sai como a flor e se seca; foge também como a sombra e não permanece”.
 
Para uma juventude sadía o jovem precisa atender os ensinos de Paulo conforme está escrito em (2 Timóteo 2:22) “Foge, também, dos desejos da mocidade; e segue a justiça, a fé, a caridade e a paz com os que, com um coração puro, invocam o Senhor”.
Não podemos negar que existem idosos que não tem condições de aconselhar alguém pela vida insana que tiveram, sem responsabilidade, no pecado, na devassidão e não podemos negar também que existem jovens que pode aconselhar a certos idosos safados que existem hoje. Esses são os jovens que tem uma vida reta de acordo com os bons conselhos que receberam de seus pais. Temos na Bíblia exemplos disso veja um deles; em (2 Timóteo 3:15) “E que, desde a tua meninice, sabes as sagradas letras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus”.
Esses jovens são os que foram bem ensinados desde criança, que tiveram adolescência sadia trazendo com isso alegria para todos e assim edificam suas casas sobre a rocha, essas nunca desmoronam, vencem as lutas e alcançam a vitória, veja ao que eles são comparados pela Bíblia, (Mateus 7:24 e 25) “Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha. E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e não caiu, porque estava edificada sobre a rocha”. Vêm as lutas, os contra tempos, mas eles sempre são vitoriosos.
 
Adultos. 
Na vida dos adultos também pode existir desvio, caminhos tortuosos e outros males bastam não vigiar e deixar de obedecer aos ensinos recebidos, tem um ditado que diz: Depois de velho perdeu o juízo, invertem os papeis e querem ser jovens de novo, entram para os caminhos errados, tornam-se indesejáveis, perversos, arrogantes espancam e até mesmo abandonam a família, tornam-se espetáculo a margem da vida, e transformam em amantes de si mesmos, (2 Timóteo 3:2) “Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos”. Esses tais enganados pelo pecado tornam se inimigos de si mesmo, entregando seus corpos a devassidão conforme diz o Apostolo de Cristo em (Efésios 4:19) “Os quais, havendo perdido todo o sentimento, se entregaram à dissolução, para, com avidez, cometerem toda impureza”.Quase sempre o fim dessas pessoas é o abandono, sarjetas das ruas, cadeia ou mortes trágicas. Tudo isso pode acontecer tanto com homens como com as mulheres.
 
Os adultos que sempre primaram pelos bons ensinos recebidos desde a meninice e procuraram ter uma profissão mesmo que simples, mas honestas sendo pessoas de uma vida exemplar diante dos filhos, netos, enfim diante de todos, durante sua vida ele anuncia as maravilhas de Deus conforme diz o Salmista no (Salmos 71:17) “Ensinaste-me, ó Deus, desde a minha mocidade; e até aqui tenho anunciado as tuas maravilhas”.
Quando esses adultos se tornam idosos são amados, honrados pela família, pelos amigos e pela sociedade, nunca serão desamparados porque se cumpre o que diz a Palavra de Deus no (Salmos 37:25) “Fui moço e agora sou velho; mas nunca vi desamparado o justo, nem a sua descendência a mendigar o pão”. É claro que na velhice diminui as força e o vigor, passam a necessitar de amparo e proteção, mas como eles também ensinaram seus filhos estes obedecendo aos ensinos da Palavra de Deus nunca desampararão os idosos, veja o que diz Salomão em (Provérbios 23:22) “Ouve a teu pai, que te gerou, e não desprezes a tua mãe, quando vier a envelhecer”. Manda ouvir o pai mesmo na velhice porque na presença de Deus os velhos ainda produzem frutos bons, leia no (Salmos 92:14) “Na velhice ainda darão frutos; serão viçosos e florescentes, para anunciarem que o SENHOR é reto; ele é a minha rocha, e nele não há injustiça”.
 
Em vias normais quando chega à hora de partir para a eternidade a família, igreja e os amigos sentem a separação, mas são consolados com as seguintes palavras: (Gênesis 25:8) “E Abraão expirou e morreu em boa velhice, velho e farto de dias; e foi congregado ao seu povo”. É certo que não há regras sem exceções há também os que são recolhidos bem novos, mas isso em nada desmerece os santos ensinos porque a palavra de Deus sempre consola os que ficam, (Isaías 40:1) “Consolai, consolai o meu povo, diz o vosso Deus”. Consolar com as palavras santas (1 Ts 4:18) “Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras”.
 
Chegando ao Epílogo.
 
Com isso aprendemos que desde a infância os pais devem e necessitam educar seus filhos nos caminhos de Deus não deixando que desde pequenos sejam adotados pelo mundo e seus erros. Devem ensinar desde a infância para que nunca se desviem do caminho correto, conforme diz em (Provérbios 22:6) “Instrui o menino no caminho em que deve andar, e, até quando envelhecer, não se desviará dele”.
 
Na Adolescência.
O que se aprendem na infância reflete muito na adolescência é necessário muito maior cuidado porque o adolescente, com raras exceções, pensa ser ajuizado e pela sua imaturidade tomam decisões que muitas vezes se transformam e tragédias irreparáveis. Nessa faze é que ele precisa de orientação correta para ter uma boa juventude.
 
Na Juventude.  
Na juventude não foge a regra, os que não foram bem ensinados ou não atenderam os bons ensinos recebidos na infância e adolescência, terão uma influência muito ruim na juventude, poderão tomar caminhos tortuosos indesejáveis trazendo muitos dissabores e tristezas para si e para suas famílias. Os que receberam bons ensinos na infância e adolescência e obedeceram principalmente se foram orientados pela Bíblia, por certo serão pessoas honestas sinceras que trarão alegria e satisfação a todos. Citaremos um exemplo bíblico cuja família aplicou esse ensino e está registrado em (II Timóteo 3:14 e 15) “Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste e de que foste inteirado, sabendo de quem o tens aprendido. E que, desde a tua meninice, sabes as sagradas letras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus”. Timóteo aprendeu desde cedo os bons ensinos e foi ele um grande companheiro do Apostolo Paulo, serviu com fidelidade a obra do Mestre Jesus.
 
Adultos.  
Os adultos trazem em si as influencia das fazes anteriores. Os que não tiveram boa orientação ou não atenderam os bons ensinos que tiveram dificilmente serão bom pai, bom marido, mas a tendência é para ser um cricri, machão, atrevido, estúpido, entram no pecado, nos vícios não se importacom a família, vivem nos bares e outros lugares que jamais deveriam freqüentar, quando chegam a casa grita com todos, não têm amor nos filhos e a esposa passa ser um objeto de prazer nada mais, além disso, muitas vezes entram em encrencas e encontram a morte ou a cadeia.
 
Há também exceções; encontramos adultos que mesmo sem terem recebidos no passado, bons ensinos e conselhos se tornaram pessoas honestas, sinceras, excelentes, tomaram decisões sábias e entraram pelo bom caminho, assim como há também adultos que foram bem ensinados e até com bons exemplos no tempo de infância e da adolescência e perdendo o juízo e enveredam pelo caminho do mal quando deveriam ser exemplos para os jovens.
Os adultos que receberam boas orientações ou os que mesmo sem orientação tomaram decisões sábias são sempre amados elogiados, pela família e pelos amigos.
 
Idosos.
Os de idades avançadas que não tiveram boas orientações ou não quiseram obedecer aos bons ensinos paternos e outros que os fariam felizes e que tomaram caminhos tortuosos são muito raros porque quase sempre morrem mais cedo por causa da vida irregular que tiveram, foram enganados em suas decisões e reduzidos ao nada pelo pecado, alguns dormiam pelas calçadas, sem banho, sem alimento se definhando até a morte e muitas vezes são sepultados como indigentes. Diz a Bíblia que o salário do pecado é a morte, mas a vida eterna é dom gratuito de Deus para os que seguem Sua Palavra, (Romanos 6:23) “Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus, nosso Senhor”. Esse versículo esclarece a situação dos que andam no mal e no bom caminho.
Não iremos falar sobre os idosos que seguiram os bons ensinos porque já falamos nas fazes anteriores que foram felizes e muitos deles tiveram vidas longas.
 
Conclusão.
 
Em vias gerais a base de toda a vida de uma pessoa está na infância, adolescência, e na juventude, porém, em qualquer faixa etária da vida têm-se oportunidades para passar de um lado o outro seja ele o bom ou o mau caminho, mesmo na velhice, porém essa escolha só pode ser tomada pela própria pessoa. Qualquer um aceitando a Cristo e Seus ensinos passam imediatamente para o lado bom e com a vida transformada passa a ser chamada de Filho de Deus, (João 1:12) “Mas a todos quantos o receberam deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus: aos que crêem no seu nome”. E se a pessoa do bom caminho quiser passar para o mau caminho também pode, porque Deus deu ao ser humano livre arbítrio. A recompensa, bênçãos ou sofrimentos maiores serão após a morte.
Chegando a morte tudo estará terminado, mas a lembrança ficará por muito tempo e os comentários também, são baseados na vida dos que partiram. Uns deixam saudosas lembranças e outros deixam alivio e descanso para os que ficaram.
 
Destino Final.
Uns foram para o descanso eterno e outros para o sofrimento eterno, receberão o que plantaram aqui na terra, vejamos o que diz a Bíblia para os do bom caminho (Mateus 25:21) “E o seu senhor lhe disse: Bem está, servo bom e fiel. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor”. E  agora veja o que ela diz para os terminarem suas vidas no caminho do mal, está escrito em (Mateus 13:50) “E lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali, haverá pranto e ranger de dentes”. Com muita tristeza temos que dizer não passa por essa caminhada aqueles que covardemente são assassinados por ordem e ou pelos próprios pais antes de nascerem Assim chegamos ao final desta matéria do nascimento a morte. Creia, Jesus Cristo é a Vitória.
 
 Pr. Ismar Vieira Malta.

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR ESTE TEXTO

Nome:
E-mail:
   

Comentário:

(0 / 250)

Voltar

Pr. IsmarLivros MensagensEstudosFotosContatos LinksHome

© Copyright 2017 - Pastor Ismar Vieira Malta - Desenvolvido pela Agência de Sites Jundiaí e Portal Imóvel Já